sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Eu queria falar a verdade,falar sério e essas coisas que eu sempre digo ... Mas eu não consigo. Eu simplesmente não consigo pensar em nada. Provavelmente vou começar a escrever e não parar,até conseguir falar. 

  Sabe,eu to achando que eu sou mesmo é patetica... Mas o que eu posso fazer se agora eu não sei mais viver sem ele? Minha Professora de inglês uma vez me disse que não se deve depender de ninguém pra ser feliz,porque isso faz mal. Pena que ela não me disse isso antes! Já era tarde demais quando fiquei sabendo. Agora a minha felicidade depende de outra pessoa. Depende dele. Não foi escolha minha,simplesmente aconteceu. Talvez seja estupidez,burrice,ou o que seja. Mas eu simplesmente não consigo mais ser feliz assim. Eu escolhi ele pra me fazer feliz,e pensei que ele tivesse me escolhido também .... É uma situação patetica né? Eu não consigo nem ter pena de mim mesma,pra falar a verdade. Até porque,sentir piedade é um sentimento tão ridiculo! Eu só penso : "E o que eu vou fazer agora? E se tudo terminar agora,nesse momento,como eu iria ficar? O que eu iria fazer? Chorar né,dever ser..." O que me leva para outro assunto... 
   Eu simplesmente odeio chorar,e você sabe. Eu já disse isso pra você. E você me prometeu que não faria mais isso comigo. E,cara,tenho que dizer,você não está comprindo sua promessa. Porque agora,nesse momento,eu estou indo tomar banho para conseguir chorar em paz. Sem ninguém para me perguntar o que aconteceu,o que eu tenho. Sem ninguém para sentir pena de mim. Só eu mesma,sem querer me encarar no espelho,pela certeza da raiva que eu ficaria. Eu preciso de ajuda mesmo. Sou louca. Só de ter a a possibilidade de não te ter mais já me deixa mal. Deve ser porque eu nunca sei o que esperar de você. Deve ser porque com você,eu pareço aquelas menininhas que não sabem de nada ainda. Daquelas que são inseguras,que não sabem bem o que fazem... Porque você faz parecer como se fosse a primeira vez que eu me apaixono. Talvez seja mesmo,talvez eu tenha só me enganado anteriormente. E agora? Bom,agora parece que eu estou naquela corda banba de novo,em uma daquelas horas que você quase cai mas faz de tudo para ficar de pé. Eu preciso ficar de pé. E eu preciso de você. Eu preciso ficar de pé. Não posso cair. Não agora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário