sábado, 18 de setembro de 2010

Eu,você,nós

Eu venho tentando decifrar você,desde que te conheci. Já faz um ano e pouco,e até agora,nada. Não entendo quase nada em você. Mas ao mesmo tempo eu gosto de tudo. Não sei explicar,parece loucura dizer isso. Faz tanto tempo que você manda no meu humor,brinca com ele,comigo,e manda no meu sorriso. E eu não me importo,não mais. Já me acostumei com o fato de pensar em você o tempo todo. Não me incomodo de ser acordada por você às 4 da manhã. Nem às 7,até porque,é muito mais conveniente. E eu até gosto,pra ser sincera,quando você tem seus ciúmes mais sem cabimento do mundo,que eu não entendo,assim como não entendo você. E então eu fico assim,tentando te decifrar. Mesmo que não tenha nada pra decifrar na verdade,eu sempre acho que tem. E sempre tento,em vão. Você me intriga. Me deixa louca. Me perturba. E eu não me importo mais,eu até gosto. Mas o que sempre me intrigou de verdade e sempre vai é : por que eu? Logo eu,que sou tão diferente de você. Logo você,que é tão diferente de mim. Se eu gosto de vermelho e você de verde. Eu sou rock'n'roll e você é axé. Eu sou certa demais e você é errado demais. Eu sou daqui e você é de lá. Ah é,isso que dói! Distância que separa,distância que une. Mas enfim,por que eu? E por que você? De tanta gente,por que você me escolheu? Eu queria muito saber. De tanta gente,por que eu te escolhi? Eu só posso dizer que não faço a minima ideia,mas é você quem eu escolhi.É você quem eu quero,quem eu sempre quis. E a cada dia aumenta a minha necessidade de você,a minha dependência em você.  E pra falar a verdade, o porque não importa. Se somos diferentes,também não importa. É muito melhor assim,nós somos diferentes de tudo que se vê por ai. Eu,você,nós.

Um comentário:

  1. Porém, tenho tentado ocupar as lacunas vazias, que aqui ficaram, e a cada dia abro a janela de meu quarto sinto a brisa no rosto quente, sussurro um poema que me vem a mente apenas por ti, fecho os olhos, e sopro no vento um beijo e um sorriso, com a esperança de que possas sentir... assim á distâncias onde possas estar.

    Eu adoro o seu Blog ;*

    ResponderExcluir