domingo, 27 de junho de 2010

Afinal,como é que se fala de amor ?

Eu nunca soube como falar de amor,assim,olho no olho. Se fosse muito necessário dizer,provavelmente eu pediria pra que você ficasse de costas para mim. É assim que eu sou,bem patética. De qualquer forma,eu queria te avisar uma coisa. Acho que você nem se dá conta do quanto eu amo você. Só que é um amor difícil,me cansa bastante. E eu não quero nadar pra morrer na praia tá? Então,se eu for perder meu tempo,me avise logo. Para que então eu possa tentar continuar. Afinal,tentar não custa nada. Porque eu sei que sem você,seria mais dificil ainda. Eu me apaixonei por você,sem querer. Não foi por que eu quis,eu não pedi nada disso. Acho que foi porque ninguém nunca me fez sentir o que eu sinto agora. É realmente completamente diferente de tudo. Não faço a mínima idéia de como consigo pensar em você de minuto em minuto,desde que abro os olhos pela manhã. Eu nunca quis tanto alguém assim,como eu quero você. Nunca amei ninguém assim,como eu amo você. Mas sabe,eu espero que entenda,apesar de ser meio dificil de entender,que meu orgulho pode ser o meu pior defeito. Eu não suporto me expor,para depois perder. Não suporto o fato de poder te perder. Eu não sei bem como dizer. Tudo que eu penso me parece pouco. Eu nunca soube como falar de amor. Mas seria bom se você me ensinasse. Bom,na verdade,acho que você também precisa aprender né? Então,seria bom se nós aprendessemos juntos. Eu amo você,mais que tudo,mais que todos.
Dito isso,será que dá pra parar de me machucar ? Se decide logo,eu não quero mais esperar.

sábado, 26 de junho de 2010

Pra você ...

Pra você,eu nunca menti.
Era verdade tudo que eu senti.
Era verdade tudo que eu falei.
Já você,eu não sei.
Eu acredito.Ou ao menos tento.
Eu quero muito acreditar
Que isso vai passar.
Pra você eu nunca menti
Era verdade tudo o que eu falei e o que eu senti.
Queria poder dizer que já não importa tudo o que passou.
Eu sei,você sabe que errou.
Mas muita coisa em mim mudou.
Afinal,como eu vou saber
Que de novo isso não vai acontecer?
Muitas vezes eu quis te ter,mas algo sempre me segurou.
Talvez tenha sido eu mesma,com medo do que podia acontecer.
Porque com tanta insegurança,é dificil ceder.
Eu sei,você sabe que errou.
Eu me pergunto,quem eu vou esperar,em quem eu vou pensar ...
E vejo o tempo passar.
Então só pra me poupar
Eu tentei esquecer.
Eu sei,isso pode doer.
Por tanto tempo eu quis ouvir o que tinha a dizer.
Mas acho que você nunca quis me ver sofrer.
Mal sabe você
Que seu silêncio doia mais.
Então,você decidiu.
Por você e por mim.
E partiu.
Com o tempo,tudo pareceu tão ruim.
Doia te ver e saber
Que já não era mais meu.
E a única que não sabia disso antes,era eu.
Derrepente,nem queria viver.
Sempre exagerei em reações...
Vontade,eu não tinha.
Mas eu ia.
Vazia.
Então,como uma dessas chuvas de verão (daquelas que você não sabe quando,mas sempre espera acontecer)
Você voltou,pra me dizer o que sentia.
Então eu percebi que também sofria.
Não posso dizer que isso não me ajudou,ou que foi em vão.
Me confortou saber que eu não sentia sozinha.
Porque tudo que eu fazia era quase chorar.
E ai,eu me obrigava a segurar.
E então você disse:
"Você é tudo pra mim."
Isso podia ser ruim.
Mas não podia dizer nada menos que um sim.
Pode ser que seja um erro pelo qual eu sofreria.
Mas não vou querer imaginar como seria.
E agora,não espero nada além da verdade.
Queria poder dizer que não importa o que passou.
Eu sei,você sabe,nós sabemos,que errou.
E que muita coisa mudou.
Mas pra você,eu nunca menti
Sobre tudo que senti.
E agora,não espero nada menos de ti.




Preciso dizer por que eu não faço poesia? Porque sempre fica uma bagunça.Mas isso me veio na mente. Se alguem visse a folha que eu escrevi isso,veria vários rabiscos entre palavras. Essa é a minha poesia.E sempre que as faço são assim,entre rabiscos. Mas no fim,eu até gostei. É mais um texto com rima,do que uma poesia.

Estou insuportável,remoendo coisas que não deveria.Melhor ir dormir.

sábado, 19 de junho de 2010

Ridicula sorte.

Já começaram a falar,e talvez tenham razão. Se estou melhor,é por suas palavras. E é ridiculo não é ? Eu sei que é ridiculo,mas creio que assim é o amor. É ridiculo deixar sua felicidade nas mãos de alguém. Mas o que fazer se sem esse alguém a sua felicidade se torna inexistente? Que seja ridiculo então. Eu vou dizer não,querendo dizer sim,pra que? Só pra tentar me poupar de um erro? Porque? Se na verdade eu correria o risco de errar mil vezes por você,sem nem pensar. E o pra sempre é muito raro também. O pra sempre é para quem tem sorte. Então,quanto mais se vive e se faz o que se tem vontade,melhor. Porque,nunca se sabe quando voce vai se sentir ridiculo e encontrar essa tal sorte. Então o melhor é viver,sem olhar pra trás. Um dia todos nós encontramos essa ridicula sorte.

terça-feira, 15 de junho de 2010

That's what you get ...

Pode ser que assim seja melhor.Que as coisas assim,tenham mais sentido.Então eu finalmente deixo de tentar.E eu já não tenho mais por que lutar.De qualquer modo,me sinto a perdedora.Mesmo que não tivesse nada a ganhar desde o principio.Sinto como se perdesse tudo outra vez.Eu agora estou lutando para não ficar como uma vez eu já fiquei.Lutando contra tudo,tentando fechar meus olhos e não esquecer de abrir.Tentando manter a minha mente ocupada.Mas,a noite ... é a pior parte.Não há com que ocupar a mente,por mais que eu tente. Os pensamentos que eu venho evitando o dia inteiro,finalmente chegam. Sacudo a cabeça pra ver se eles saem de lá. Uma tentativa boba e frustrada,porque eu sei que não vai adiantar.Mas no ponto que eu estou,não me custa nada tentar.Eu já estou me sentindo entorpecida...o que é um mal sinal.Preciso dar um jeito de talvez voltar ao normal.Eu sei que leva tempo,eu entendo.Só espero que não seja tanto tempo assim.Porque esse nó na garganta já está começando a doer.Vai passar...tudo passa.

domingo, 13 de junho de 2010

I'll get the picture and stop waiting up .


Paro pra pensar. E não consigo mais parar. Eu penso,penso e penso. E não chego a nenhum lugar. Talvez eu esteja reagindo de uma forma exagerada. Ou talvez seja a maneira certa,pra me fazer enxergar as coisas. No momento estou cheia de incertezas e emoções misturadas. Eu percebi que eu não sei mais é de nada! Eu estou confusa e cansada. Cansada de tudo ser sempre igual. Cansada de ficar de mãos atadas. Mas eu não posso evitar. Eu só não sei que rumo tomar.
Tudo que acontece sempre me faz pensar se você realmente pensa em mim. Porque as vezes não parece. É tão simples evitar me machucar. Eu me importo com os pequenos gestos,cada detalhe. Mas parece que você não vê isso. E agora eu não vejo mais nada também. Eu simplesmente estou cansada de lutar por nada. Mas ... não consigo deixar tudo assim.
Argh,cansei de escrever .

I'm giving up,so please just catch me ...


Está acontecendo tudo de novo. E a minha vontade de desistir é realmente enorme. Eu não sei por que isso acontece. Não sei por que a minha felicidade dura tão pouco. Talvez eu esteja em uma procura constante de erros. Talvez eu realmente esteja sozinha cercada por várias pessoas. E agora eu sinto uma dor,que é insuportável. Porque só de pensar em desistir,eu já me sinto mal. Mas,talvez seja o melhor pra mim. Afinal,é a ordem natural das coisas. Todo "Oi" termina com um "Adeus". E agora eu preciso mesmo de alguém ou algo que me salve disso tudo. Porque tudo está uma loucura agora. E eu não quero fazer parte dessa loucura de novo. Não agora. Se eu aprendi uma coisa,foi que o amor pode machucar muito. E eu não estou preparada pra sentir essa dor,pior do que a eu já estou sentindo.
Eu estou em uma queda constante. Caindo em algum lugar que eu desconheço,mas pelo visto não há fundo. Eu não tenho escolha se não esperar. Eu desisto. Agora eu vou parar e esperar,eu preciso de um salvador.

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Às vezes fica longe e impossivel de encontrar.


Eu vejo tudo passar por mim,as vezes rapido,as vezes devagar. Na verdade,eu não me importo muito. Eu deixo tudo passar,mas faço isso por você e por mim. Porque eu não sei como fazer pra separar isso tudo. Também nem sei se deveria. Mas é que eu não posso evitar. Eu não sei dividir meus sentimentos ... como alguém consegue gostar de duas pessoas ao mesmo tempo? Eu não sei. É algo que eu nunca consegui descobrir. Eu sinceramente mal consigo suportar o fato de eu ser o motivo do sofrimento de alguém. Mas,acho que não há como entender,que o que eu sinto é pouco demais para os outros. Porque todo o meu amor,é pra você. E nada mais existe. E ninguém mais existe. Então é isso. Ninguém mais a minha volta me intressa. Meus pensamentos não são muito diferentes. Então,eu continuo assim. Vendo as coisas passarem por mim,me chamarem,e eu sem responder. Porque na verdade,nao me interessa mesmo. A minha dúvida é: será que eu deveria fazer isso mesmo se provavelmente não o faz por mim ? Mas isso também perdeu um pouco a importancia,já que não mudaria nada mesmo. O que eu sinto não vai mudar. O que eu penso não vai mudar. Então,eu vou seguir em frente ...

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Deixa que o tempo vai cicatrizar ...

  Se pudessem sentir o que eu senti,perceberiam que nao é besteira minha. É tao ruim perceber que derrepente voce está está vazia. Que derrepente,tudo que te importava,já nao importa mais. Andar,piscar,respirar...se torna tudo muito mais automático do que o normal. E quando voce se dá conta,nada restou. Quando voce percebe,todos estao dizendo pra voce que já nao sabem mais quem voce é. Que voce está diferente. E é ai que voce percebe,que tem algo de errado. Porque até entao,nada daquilo te fazia falta,afinal,voce nem percebia. Tudo passava tao rapido,que mal dava pra notar.E entao, com o tempo e aos poucos,tudo parece melhorar. Ótimo,de fato,nao fica. Mas aos poucos,se percebe que ficar assim nao vale a pena,por nenhum motivo. Tudo bem,que é algo super louco que voce nao pode evitar. Mas reconhecer,que nao vale a pena é um bom caminho pra comecar a se sentir melhor. E ai sim,voce ve que existem muitos outros momentos a serem vividos,muitos outros sorrisos e risos a serem dados. E que tudo vai ficar bem. Que todos os pedacinhos que lhe foram tirados,podem ser recolocados de diversas formas. A melhor parte é quando aparece alguém pra te fazer enxergar isso. Pra te mostrar que nao precisa ter medo de sonhar de novo. Que (mesmo podendo parecer cliche) o amor pode ser a fomar mais eficaz de repor esses pedacinhos. Entao,tudo vai fazendo sentido aos poucos. E os seus sorrisos voltam,os seus olhos brilham,e tudo parece ótimo. Em uma hora voce percebe,que realmente voce nao é mais o mesmo. Mas tudo bem. Porque voce cresceu nisso tudo. Cair e levantar ... agora voce já sabe como é. E se acontecer de novo,voce vai saber ... tudo vai ficar bem.