domingo, 30 de maio de 2010


Hoje me disseram que eu mudei. Já me disseram que eu mudei,mas faz muito tempo. Diziam que não sabiam mais quem eu era. E eu também não sabia quem eu era. Mas agora eu já acabei de mudar. E agora eu sei quem eu sou. Não é necessário que ninguém me diga como eu era,como eu deixei de ser e como eu sou agora. Eu sei. Eu sei muito bem. Tem coisas que eu sentia,que eu não sinto mais. E antes eu sentia falta dessas coisas,mas agora não sinto mais. E sem sentir isso,eu vejo,que foi melhor assim. E quando eu perdi tudo aquilo que eu achei que tinha...eu cresci. E hoje em dia,eu não penso mais como eu pensava antes. Eu aprendi,logo na primeira queda. E a única coisa que eu quero é não cair outra vez. Mas eu sei que vai acontecer,e que eu não vou estar preparada. Mas eu já vou saber como levantar. E talvez crescer mais um pouco. E então perceber,mais uma vez,que talvez fosse melhor assim. No entanto,o que eu quero mesmo neste momento,é não ter que esquecer outro alguém. Não ter que me machucar e me decepcionar de novo,tão rapido. Eu não quero ter que perceber que foi melhor assim,porque não servia pra mim. Eu não quero ter que pensar se tudo foi verdade ou não. Eu quero todos os meus sonhos e esperanças e sentimentos intactos. Eu quero que meu coração continue inteiro. Eu não quero mudar tanto à ponto de não saber quem eu sou outra vez. Por que tudo não pode ser simples? Por que tudo não pode ser fácil? Talvez porque a vida fique muito chata desse jeito. Mas se bem,que ela poderia me dar uma trégua. Caminhar sem saber o que vai acontecer,é difícil. Algumas vezes assustador. Será que eu preciso ser cuidada sempre? Porque eu sou tão frágil? Ou será que me faço de frágil? Já sei! Eu sou forte quando necessário. Acabei de lembrar disso!
Eu sou sempre os opostos. Eu sou duas coisas ao mesmo tempo. Eu consigo ser frágil,mas forte. Ser gentil,mas grosseira. Tudo depende da minha necessidade. Essa é outra coisa que eu percebi sozinha. Já me disseram que as pessoas deveriam ter cuidado comigo...Talvez seja verdade. Uma vez que você me decepcione,nunca mais tudo vai ser igual. Eu sempre vou ter em mente que pode acontecer de novo. E dependendo do que for,eu nunca mais dirigo a palavra à você. Depois de fazer você sofrer,é claro! Ah é! me disseram que eu sou má quando eu quero. Será? Justo eu,tão doce e frágil!
Eu mudei,faz muito tempo. E agora,é muito difícil deixar alguém entrar. Eu sou desconfiada,ciumenta e posessiva. E nunca deixo isso transparecer. Eu já mudei. Tentei deixar me provarem que tudo que achava,não era bem verdade. Mas me provaram justo o contrário. Então,essa é uma das coisas que eu nunca mais vou fazer. Porque eu aprendi que continuar com tudo que eu acredito,é o mais certo. E ... To hell com suas opniões que não foram pedidas! Hoje me disseram que eu mudei. Mas agora eu vejo que continuo quase a mesma,só que mais ... séria. E sinceramente,eu prefiro ser assim. Melhor do que deixar as pessoas acharem que é tudo muito fácil. É fácil me enganar,é fácil me esquecer... Será? Não tenha tanta certeza assim.

ok,isso deveria ser reescrito em uma ordem que fizesse sentido. Mas,eu já disse que não penso antes de falar. Logo,não penso antes de escrever.

sábado, 29 de maio de 2010


Me disseram que eu vomito palavras. Talvez seja porque eu não penso antes de falar. Tudo que eu digo é exatamente o que eu sinto. Por não pensar eu digo todas as verdades,todas as barbaridades,todas as idiotices de forma intensa. Algumas pessoas não gostam,outras se assustam mas conseguem lidar com isso. Eu já pensei em mudar,mas não consigo. Eu queria mudar,principalmente quando eu falo de sentimentos. Só sei dizer de um jeito forte,intenso,as vezes triste até. Mas ... desse jeito fica mais bonito! Só que ... algumas pessoas se assustam,eu acho.
Eu tento de todo jeito dizer o que eu sinto. Mas não gosto de ser direta demais. Acho que é constrangimento. Ah,sei lá ... eu não entendo. Eu quero falar ... mas também quero ouvir. Eu falo demais. São muitas palavras. Muitas idéias,muitos sentimentos.
Porque eu nunca me contento com um "Eu te amo" ? Porque dizer isso é simples demais. Tão facil. Não precisa de esforço nenhum,qualquer um consegue.
Talvez tudo se complique,porque dizem que o romantismo morreu. O romantismo é a base do amor. E eu quero que o ressucitem! Eu gosto de ouvir coisas bonitas,daquelas que te fazem sorrir ... Mas parece dificil.
E de todas as minhas palavras,aposto que não entende nem metade. Talvez seja a intensidade.

sexta-feira, 28 de maio de 2010


É tão fácil me machucar. É tão facil fazer eu me sentir assim,tão fraca. Porque com você tudo tem que ser diferente? Porque com você eu tenho que ser diferente de tudo que eu já fui? Se tudo é tao dificil assim,será que vale a pena tentar? Será que vale a pena lutar? Mas também ... Lutar pra que ? Lutar por que ? Eu sempre achei que tinha certeza de tudo. Agora vejo que não tenho certeza de nada. Me sentir tão vulnerável,me sentir tão instável...é ruim. É como tentar me equilibrar em corda. Qualquer passo em falso,me faz acreditar que vou cair. Mas eu não cai. Não ainda. E tudo que eu sinto,não parece mudar. Nem as incertezas,nem a fraqueza,nem o amor. Então,eu vou continuar olhando pra frente. E deixar todo o resto pra trás. Apesar do que dizem,apesar do que eu acho. Eu não consigo ver com clareza. Não venho nada assim,com certeza. Se eu tenho que lutar,seria para acreditar ? Eu queria. Como alguém consegue acreditar,mas não acreditar ? Impossível. Porque você não pode me ajudar nisso ? Eu preciso. Preciso muito. Porque eu preciso de você. Por mais que eu não queira. Por mais que eu tente não pensar,por mais que eu tente esquecer. Parece que nada adianta. É,não adianta. Eu desisto de desistir de você e dos planos que eu fiz pra tentar esquecer. Eu desisto de desitir de você e dos planos que eu fiz pra te ter. Deixa acontecer. Se eu tiver que me machucar,que seja. Só não quero que seja em vão. Não quero ver que sofrem por mim,não quero ver e deixar assim,em vão. Estou deixando pra trás tudo que eu poderia ter... Eu poderia,se ao menos eu quisesse. Mas não me interessa. Não me interessa nem um pouco. Nada mais importa. E não sei se é assim que deveria ser. A minha fragilidade me faz mal,mais uma vez. Eu tenho que aprender a lidar com meus sentimentos. Controlar melhor,pra não ficar assim. Você tem que aprender a lidar com sentimentos. Principalmente os meus. Eu acho que você não percebe como consegue me machucar tão facilmente. Se ao menos você pensasse em mim realmente,antes de fazer o que faz. Talvez você pudesse perceber,que só isso não me satisfaz. Porque é tão facil me machucar,tão facil me sentir assim? Porque eu tenho que ser diferente de tudo que eu já fui? Você me fez mudar. E eu não fiz o mesmo com você.

domingo, 23 de maio de 2010

Let me be what I wanna be


Eu não quero que me digam mais nada. Não quero mais saber. Esses palpites sobre a minha vida não são bem vindos e nunca foram. Eu quero viver,somente por mim. Não quero mais duvidar,hesitar,pensar. Quero esquecer tudo que passou aqui. E fazer tudo diferente. Entendo que querem me proteger. Mas eu tenho que descobrir as coisas por mim. Eu tenho que enxergar do meu jeito,fazer do meu jeito. Eu quero poder ser feliz,poder sorrir,sem me preocupar com os outros. Sem ter que me preocupar com ninguém. Entao,dessa vez,eu vou fazer isso por mim e só por mim. Se eu cair,se eu me machucar. Eu vou levantar,e vou me curar. Então tudo vai passar. Vai ficar tudo bem. Me deixa. Eu quero viver.

sábado, 8 de maio de 2010


Se tudo que você diz sao mentiras pra tentar me convencer e tantar convencer a si mesmo,entao eu nao vejo porque lutar. Porque,eu odeio que tentem me enganar,odeio que me usem ... Odeio que me façam voar muito alto,pra depois me puxarem bruscamente. Eu odeio isso tudo. Odeio me sentir desse jeito de novo,logo quando eu pensei que tudo estava bem. Acho que eu preciso de clareza. Preciso de palavras,de coisas concretas. E se você for instavel pra sempre,e se eu não puder me segurar em você. Então não é o suficiente pra mim,me desculpe. É que,eu odeio cometer erros,nunca suportei. E mais um pra mim seria demais. Me sentir vazia de novo,seria demais. Porque depois de tudo eu estou pensando nisso ? Afinal,quem me salvou foi você. Quem me fez sorrir de novo,foi você. E você me mostrou,que por mais que tudo esteja ruim,você está comigo. E nada conseguiu me deixar mais feliz que isso. Entao,porque você se contradiz agora ? Por que me faz pensar nisso justo agora? Não estrague isso,porfavor. Que droga. Chega. Deixa a vida. Se ela não gosta de mim,fazer o que né ?

quarta-feira, 5 de maio de 2010

You're all I think about ...


Sentado aqui completamente sozinho apenas tentando pensar em algo para fazer. Tentando pensar em alguma coisa, qualquer coisa,apenas para me impedir de pensar em você. Mas você sabe que não está funcionando.Porque você é tudo que está em minha mente.Um pensamento sobre você é o suficiente para deixar o resto do mundo para trás. Bom, eu não pretendia que fosse tão longe como foi. E eu não pretendia me aproximar tanto e dividir o que nós dividimos.E eu não pretendia me apaixonar, mas me apaixonei.E você não pretendia me corresponder, mas eu sei que correspondeu.
Sentado aqui, tentando me convencer que você não é a pessoa certa para mim. Mas quanto mais eu penso, menos eu acredito. E mais eu quero você aqui comigo. Você sabe que os feriados se aproximam e eu não quero passá-los sozinho. Lembranças de época de natal com você,vão simplesmente me matar se eu estiver sozinho. Eu sei que não é a coisa mais inteligente a se fazer. Simplesmente parece que nós não conseguimos fazer dar certo. Mas o que eu não daria para ter mais uma chance essa noite. Uma chance hoje a noite.Estou sentado aqui, tentando me entreter com essa guitarra velha. Mas com toda a minha inspiração longe não consigo ir muito longe.Olho em volta do meu quarto e tudo parece me lembrar você. Por favor, amor, você não vai pegar minha mão? Nós não temos mais nada para provar.Bom, eu não pretendia que fosse tão longe como foi. E eu não pretendia me aproximar tanto e dividir o que nós dividimos. E eu não pretendia me apaixonar, mas me apaixonei.E você não pretendia me corresponder, mas eu sei que correspondeu.E eu não pretendia te encontrar lá,quando nós éramos apenas crianças. E eu não pretendia te dar arrepios pelo modo como eu beijo.E eu não pretendia me apaixonar, mas me apaixonei. E você não pretendia me corresponder, mas eu sei que correspondeu. Não diga que você não me correspondeu, porque você sabe que o fez.Não, você não pretendia me corresponder ...Mas correspondeu.

A Lonely September - Plain White T's


Parece que a minha inspiração sumiu ... e essa música é tudo que eu consigo pensar.

sábado, 1 de maio de 2010

Sooner than later, I'll need a saviour


Everything's running so fast. Everything's spinnig around. And all I know is falling down. I know,everything changes. And that changes are driving me crazy. My feelings are driving me crazy. You are driving me crazy. I don't know what to think anymore. I don't know what to do anymore. I always thought that loving you,was enough. I guess for me,it was enough,but not for you. I need to find my way. I need to understand what's going on. I need you to help me,to explain to me. 'Cause I can't do it alone. I can't do it all over again. I can't lose you. Not right now. I just need to hear all the right things. I just need you to be with me. I guess you can't see how much you mean to me. And I don't know how to say. I never knew. I'm not good at this,at all. I like to hear it,but I don't like to say. How to say I love you,I want to be with you,and I want you to be mine,I want to be only yours ? How to say this,without being afraid of the answer ? Well... I'm always afraid of the answer. I'm always afraid of the "after". In fact,I've never took a risck for anything but this. And I don't know if worth it anymore. I need to find all the reasons to carry on. And I need you to do it too. 'Cause I'm feeling like you're needing this as much as I need...


Yeah,ta uma bagunça,mas foi oq veio na minha mente ... chega :(