segunda-feira, 19 de abril de 2010

Damned if I do ya,damned if I don't ... what ever


Eu adoro o som do piano e do violino. Adoro o som do violão. Mas amo o som da guitarra. Eu gosto de cantar,mas gosto mesmo é de gritar. Eu gosto de mostrar minha opnião,eu gosto de me impor. Mas não gosto de me expor. Eu odeio errar,odeio estar errada e odeio que me digam isso. E é por isso mesmo que ao meu ver,estou certa. Como todo mundo,eu não gosto de sofrer. Mas eu não suporto mesmo é que sofram por mim. Eu simplesmente odeio chorar,tenho repulsa. Pra mim,é sinal de fraqueza. E eu não quero ser fraca. Eu não quero demostrar algo que eu não sou. Eu gosto de estar perto de quem eu gosto. Eu gosto que gostem de mim. Eu gosto de amar e de me sentir amada. Eu gosto de me apaixonar. Mas só por quem sente o mesmo por mim. Eu gosto de dançar sacudindo a cabeça,eu gosto de pirar. Mas so no momento certo. Eu gosto de aprender,eu gosto de saber de tudo. Eu gosto de falar de mim. E tambem gosto de ouvir sobre você. Tenho medo de altura,mas tenho vontade de voar de asa delta,tenho medo do Fofão desde pequena e até agora isso não mudou. As vezes tenho medo do escuro e sempre tenho medo do que desconheço. Tenho medo de sofrer e de me machucar,so que por dentro. Eu penso demais,em tudo que eu faço e vou fazer,ou pelo menos pretendo fazer. Mas aprendi que pensar demais faz a gente duvidar demais. E acaba fazendo a gente desistir. E eu não gosto de desistir. Leva muito tempo pra me fazer desistir. Eu tenho meus principios e meus valores e nada pode me fazer mudar quanto a ambos. Sempre esperei demais das pessoas. No minimo o mesmo que eu faria por elas. E eu aprendi que é assim que se quebra a cara. Não sei aceitar criticas. Muitas vezes eu sou grosseira e não penso antes de falar. Mas muitas vezes,penso muito antes de falar,pra não machucar ninguém. Eu gosto de abraços,gosto mesmo. Mas odeio ser abraçada quando estou irritada. Tudo depende. Na verdade,eu sou muito complicada. Eu posso ser muito doce ou amarga. Eu nunca seria alguém que eu não sou pra agradar os outros. E até agora,nunca fui uma pessoa de muitos amigos. Talvez por causa disso tudo. Eu não gosto de dizer coisas por dizer. E não gosto de simplesmente acrescentar pessoas na minha vida,pra nada. So pra parecer que eu sou legal. Nunca fiz questão de ser amiga de todo mundo. Sempre achei isso impossivel. Voce sempre acaba sendo falso com alguém,e eu odeio falsidade. Os que gostam de mim com todos os defeitos e qualidades,que nunca me pediram pra mudar,são os que importam. São os que valem a pena. O resto,é disperdicio de tempo. E eu não tenho tempo sobrando pra viver fingindo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário