domingo, 28 de fevereiro de 2010

Confusion,confusion and more confusion.Just like me ;)


Porque,no momento,é só uma atração de viver bons momentos.Não sei o que se passa.Quando chove,sabe que é melhor ? Quando a gente chegou aqui,no momento que me faz querer ficar.Pra lembrar,eu sou uma pessoa dificil.Nunca gostei de ouvir um "não".Dizem que eu devo esquecer.Eu tento caminhar.Então é isso,mas não vejo muita graça.Estou temporariamente inexplicável.Ver os trovões,sei que não vou conseguir.Só tornaria viciante.Eu me afastava.Olhando,eu acho que,como da outra vez,só que um pouco melhor.Eu nunca queria mesmo te esquecer.Eu vejo depois,do mesmo jeito,constrangedor.Piorei naquele dia.Cansei de correr,não consigo ver,decidi desistir.Talvez eu tenha que falar,comentários inúteis,me imaginar como nós dois.Tenho que saber controlar defeitos.Não vejo razões,não vejo ninguém.Não sei o que fazer.Eu vejo a vida e não me importo.Completamente sonhando,acreditava,exatamente porque é amor.


Eu retirei frases e palavras de tudo que eu já escrevi na minha agenda,e deu nisso.Por isso o texto parece meio confuso.Mas eu até que gostei.
Confesso que na ultima frase eu preferia era amor,do que é.Soaria melhor,me ajudaria mais.

sábado, 27 de fevereiro de 2010

E as minhas palavras se misturam,num mar de falsas canções .


Eu nunca pensei muito sobre amor. Sobre o que é amor. Mas,eu sempre acreditei no amor. Sempre pensei que,talvez,essas histórias que acontecem em livros e que se vê em televisão,possam acontecer. Sempre acreditei que existe um alguém certo pra cada pessoa. Sempre acreditei no amor,no sentimento mais puro e bonito que alguém pode ter. Agora,começo a acreditar que o amor é uma droga,viciante e alucinogena. Quando você o tem nas mãos,quando experimenta,quando você o sente ... você sempre vai querer mais e mais. E quando você fica um tempo sem ele,perde a noção do tempo. Acha que já se passaram anos. Alguns acham que vão morrer ... E quando finalmente o perdem de verdade,não sentem mais nada. E não querem mais nada. Ficam em transe,hipnotizados,não conseguem voltar a ser o que eram. E ficam assim,por um bom tempo,sofrendo. E tudo que mais querem na verdade,é o amor. Alguns decidem que não precisam do amor. Que não o querem. Mas isso é hipocrisia,eles logo,tem uma recaida. O amor é uma droga viciante e alucinogena. Faz a gente achar que existe perfeição. Que não há nada de ruim ou errado. Que tudo é sempre bom e lhe faz sorrir. Faz a gente esquecer do que aprendemos muito cedo...Nada é perfeito,ninguém é perfeito.
Quem dera eu,não acreditar no amor ... Mas sem amor,o que seria de nós,não é ? Os maiores mentirosos são aqueles que dizem não acreditar no amor. É totalmente impossivel
.